OS JUÍZES DE ISRAEL


  • Em seguida vieram os juízes, apontados cada um por seu nome, cujo coração não foi pervertido, e que não se apartaram do Senhor Que a sua memória seja abençoada, e seus ossos floresçam em seus sepulcros! E o nome deles se perpetue em seus filhos, porque eles já foram glorificados. (Eclesiástico 46v13- 15)
  • Otniel, Eúde, Sangar, Débora e Barac



Desta sorte, deu o Senhor a Israel toda a terra que jurara dar a seus pais; e a possuíram e habitaram nela.
E o Senhor lhes deu repouso em redor, conforme tudo quanto jurara a seus pais; e nenhum de todos os seus inimigos ficou em pé diante deles; todos os seus inimigos o Senhor deu na sua mão.
Palavra alguma falhou de todas as boas Palavras que o Senhor falara à casa de Israel; tudo se cumpriu.

(Josué 21v43-45)


Durante toda a vida de Josué e dos anciãos que lhe sobreviveram, e que tinham testemunhado a grande obra que o Senhor tinha feito em favor de Israel, o povo serviu o Senhor.
Faleceu, porém, Josué, filho de Num, servo do Senhor, da idade de cento e dez anos.
Sepultaram-no no território de sua possessão, em Tamnat-Heres, na montanha de Efraim, ao norte do monte Gaas.
Toda aquela geração se foi unir a seus pais, e sucederam outros que não conheciam o Senhor, nem as obras que tinha feito em favor de Israel.
Então, fizeram os filhos de Israel o que parecia mal aos olhos do Senhor; e serviram aos baalins.
Abandonaram o Senhor, o Deus de seus pais, que os tinha tirado do Egito, e seguiram outros deuses, os dos povos que habitavam em torno deles prostraram-se diante deles, excitando assim a cólera do Senhor.
Porquanto deixaram ao Senhor e serviram a Baal e a Astarote.

Pelo que a ira do Senhor se acendeu contra Israel, e os deu na mão dos roubadores, e os roubaram; e os entregou na mão dos seus inimigos ao redor; e não puderam mais estar em pé diante dos seus inimigos.
Para onde quer que fossem, a mão do Senhor estava contra eles para fazer-lhes mal, como o Senhor lhes tinha dito e jurado, e viram-se em grande aflição.
E levantou o Senhor juízes, que os livraram da mão dos que o roubaram,
mas nem mesmo os seus juízes ouviam e continuavam prostituindo-se a outros deuses, adorando-os. Abandonaram o caminho que tinham seguido seus pais, na obediência aos MANDAMENTOS DO SENHOR, e não os imitaram.
E, quando o Senhor lhes levantava juízes, o Senhor era com o juiz e os livrava da mão dos seus inimigos, todos os dias daquele juiz; ele deixava-se dobrar da misericórdia, ouvia os gemidos dos aflitos e livrava-os da crueldade dos opressores.
Porém sucedia que, falecendo o juiz, tornavam e se corrompiam mais do que seus pais, andando após outros deuses, servindo-os e encurvando-se a eles; nada deixavam das suas obras, nem do seu duro caminho.
Pelo que a ira do Senhor se acendeu contra Israel; e disse: “Porquanto este povo traspassou o meu concerto, a Aliança que eu tinha feito com seus pais, e não obedeceram à minha voz,

também eu não expulsarei de diante deles nenhuma das nações que Josué deixou ao morrer.”
Por elas, queria o Senhor provar os israelitas, e ver se eles seguiriam ou não o caminho do Senhor, como o tinham feito seus pais.
E o Senhor deixou subsistir todas essas nações que não tinha entregue nas mãos de Josué, e não as quis expulsar logo.

(Juízes 2v7-23)


Estas são as nações que o Senhor deixou subsistir para provar por meio delas os israelitas, todos aqueles que não tinham visto as guerras de Canaã,
a fim de que depois seus filhos aprendessem a combater contra os inimigos e se habituassem a pelejar:
Cinco príncipes dos filisteus, e todos os cananeus, e sidônios, e heveus, que habitam nas montanhas do Líbano, desde o monte de Baal-Hermom até a entrada de Hemate.
Essas nações ficaram para provar Israel, e ver se eles obedeceriam aos Mandamentos que o Senhor havia prescrito aos seus pais por intermédio de Moisés.
Habitando, pois, os filhos de Israel no meio dos cananeus, e heteus, e amorreus, e ferezeus, e heveus, e jebuseus.
Tomaram por mulheres suas filhas e eles mesmos deram suas filhas aos filhos deles, e serviram os seus deuses.
E os filhos de Israel fizeram o que parecia mal aos olhos do Senhor, e se esqueceram do Senhor, seu Deus, e serviram a seus deuses.
Então a ira do Senhor se acendeu contra Israel,
e ele os vendeu em mão de Cusã-Risataim, rei da Mesopotâmia; e os filhos de Israel serviram a Cusã-Risataim durante oito anos.


OTNIEL


E os filhos de Israel clamaram ao Senhor, e o Senhor levantou aos filhos de Israel um libertador, e os libertou: Otniel, filho de Quenaz, irmão de Caleb, mais novo do que ele.
E veio sobre ele o Espírito do Senhor, e julgou a Israel e saiu à peleja; e o Senhor deu na sua mão a Cusã-Risataim, rei da Síria; e a sua mão prevaleceu contra Cusã-Risataim.
Então a Terra sossegou quarenta anos; e Otniel, filho de Quenaz, faleceu.
Os israelitas fizeram de novo o mal aos olhos do Senhor, e o Senhor excitou contra eles Eglon, rei de Moab, porque tinham feito o mal aos seus olhos.
Eglon aliou-se aos filhos de Amon e de Amalec, e pôs-se em marcha contra Israel; derrotou-o e apoderou-se da cidade das Palmeiras.
E os israelitas estiveram sujeitos a Eglon, rei de Moab, por dezoito anos.
Então, os filhos de Israel clamaram ao Senhor, e o Senhor lhes levantou um libertador: Eúde, filho de Gera...

(Juízes 3v1-15a)

EÚDE


“Segui-me, disse-lhes ele, porque o Senhor entregou-vos os moabitas, vossos inimigos.” Eles o seguiram e ocuparam os vaus do Jordão, por onde se vai a Moab, de modo a não deixar passar ninguém.
Mataram então cerca de dez mil homens, todo o escol e todo o vigor de Moab; ninguém escapou.
Naquele dia ficou Moab humilhado sob a mão de Israel; e o país ficou em paz durante oitenta anos.



SANGAR


Depois dele, foi Sangar, filho de Anate, que feriu seiscentos homens dos filisteus com uma aguilhada de bois; e também libertou a Israel.

(Juízes 3v28-31)

DÉBORA E BARAC


Porém os filhos de Israel tornaram a fazer o que parecia mal aos olhos do Senhor, depois de falecer Eúde.
Então o Senhor entregou-os nas mãos de Jabin, rei de Canaã, que reinava em Asor. Seu exército era chefiado por Sísara, que habitava em Haroset-Goim.
Os filhos de Israel clamaram ao Senhor, porque Jabin tinha novecentos carros de ferro e oprimia-os duramente já fazia vinte anos.
Naquela época, a profetisa Débora, mulher de Lapidot, era juíza em Israel.
E habitava debaixo das palmeiras de Débora entre Ramá e Betel, e os israelitas iam ter com ela para que julgasse suas questões.
Ela mandou chamar Barac, filho de Abinoem, de Cedes em Neftali, e disse-lhe: “Eis o que te ordena o Senhor, Deus de Israel: Vai ao monte Tabor; toma contigo dez mil homens dos filhos de Neftali e de Zabulon.
Estando tu no lugar da torrente de Cison, eu farei que venhas à tua presença Sísara, general do exército de Jabin, as suas carroças, e toda a sua gente, e tos entregarei nas mãos.”
Barac respondeu-lhe: “Se vieres comigo, irei; mas se não quiseres vir comigo, não irei.”
Ela respondeu-lhe: “Está bem, eu irei contigo, mas desta vez não te será atribuída a vitória, porque Sísara será entregue nas mãos duma mulher.” Levantou-se Débora, e partiu com Barac para Cedes.
Barac convocou Zabulon e Neftali em Cedes; dez mil homens se uniram a ele; e Débora também foi junto.
O quenita Héber tinha-se afastado da sua tribo, dos outros cineus seus irmãos, filhos de Hobab, parente de Moisés. Tinha estendido as suas tendas até ao vale chamado Senin, e estava junto de Cedes.
Foi anunciado a Sísara que Barac, filho de Abinoem, tinha avançado até ao monte Tabor;
mandou então vir de Haserot-Goim todos os seus carros, novecentos carros de ferro, e todo o povo que estava com ele até a torrente de Cison.
Débora disse a Barac: “Vai-te, porque este é o dia em que o Senhor te entregará Sísara. O Senhor mesmo marcha adiante de ti.” Barac desceu do monte Tabor com dez mil homens.
E o Senhor desbaratou Sísara com todos os seus carros e todo o seu exército, que caíram ao fio da espada, diante de Barac. Sísara, saltando do seu carro, fugiu a pé.
enquanto Barac, perseguia Haroset-Goim. Todo o exército de Sísara foi passado ao fio da espada, sem escapar um só homem.
Sísara, fugindo a pé, chegou à tenda de Jael, mulher de Heber, o cineu, porque havia paz entre Jabin, rei de Asor e a casa de heber, o cineu.
Jael saindo ao encontro de Sísara, disse-lhe: “Entra meu senhor, em minha casa, e não temas.” Ele entrou na tenda e ela o ocultou sob um manto.
Ele disse à mulher: “Peço-te que me dês um pouco de água, porque tenho sede.” Ela abriu um odre de leite, deu-lhe de beber e recobriu-o.
E ele lhe disse: “Põe-te à porta da tenda; e há de ser que, se alguém vier, e te perguntar e disser: Há aqui alguém? Responde tu, então: Não.”
Então, Jael, mulher de Héber, tomou uma estaca da tenda, e lançou mão de um martelo, foi-se mansamente a ele, e lhe cravou a estaca na fonte, e a pregou na terra, estando ele, porém carregado de um profundo sono e já cansado; e assim morreu.
Eis que chegou Barac em seguimento de Sísara, e Jael, saindo-lhe ao encontro, disse-lhe: “Vem, e eu te mostrarei o homem que procuras.” E ele entrando em casa dela, viu Sísara que jazia morto, e a estaca na fonte.
Naquele dia, pois, Deus humilhou Jabin, rei de Canaã, diante dos filhos de Israel,
os quais cresciam cada dia, e com mão forte oprimiam Jabin, rei de Canaã, até que o destruíram.

(Juízes 4v18-24)


E sossegou a Terra quarenta anos.

(Juízes 5v32)



Gedeão >>
Menu Reino de Israel
Menu
Menu Principal
<< O Cerco de Jericó

^