NÃO JULGAR


  • A mulher adúltera
  • A mulher arrependida



Dirigiu-se então Jesus para o Monte das Oliveiras.
Ao romper da manhã, voltou para o Templo e todo o povo foi ter com ele, o qual, sentado, os ensinava.
Os escribas e os fariseus trouxeram-lhe uma mulher que fora apanhada em adultério.
Puseram-na no meio da multidão e disseram a Jesus: “Mestre, agora mesmo esta mulher foi apanhada em adultério.
Ora, Moisés ordenou, na Lei, que apedrejemos as adúlteras. Tu, porém, que dizes?”
Diziam isto para o tentar, a fim de o poderem acusar. Porém Jesus, inclinando-se, pôs-se a escrever com o dedo na terra.
Os doutores da Lei e os fariseus continuaram insistindo na pergunta. Então Jesus se levantou e disse: “Quem de vós não tiver pecado, atire nela a primeira pedra.
E, inclinando-se, novamente, recomeçou a escrever no chão.
Quando ouviram isso, saíram um a um, a começar pelos mais velhos até aos últimos; ficaram só Jesus e a mulher, que estava "no meio.
Levantando-se então, Jesus lhe disse: “Mulher, onde estão os que te acusavam? Ninguém te condenou?”
Ela respondeu: “Ninguém, Senhor.” Então disse Jesus: "Nem eu te condeno; vai e não peques mais."
Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: "Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida."

(João 8v1-12)


Aquele que ama a seu irmão, permanece na luz e nele não há ocasião de queda.
Mas aquele que aborrece a seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde deva ir, porque as trevas lhe cegaram os olhos.

(1João 2v10-11) João Evangelista


Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, também, por que desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo.
Porque está escrito: "Pela minha vida, diz o Senhor, todo joelho se dobrará diante de mim, e toda língua confessará a Deus."
De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus.
Não nos julguemos, pois, uns aos outros. Antes cuidai bem de não pordes tropeço ou escândalo ao vosso irmão.

(Romanos 14v10-13) Paulo


Ai do mundo por causa dos escândalos! É inevitável que venha escândalos. Mas, ai do homem por quem vier o escândalo!
Se a tua mão ou o teu pé são para ti ocasião de pecado, corta-o e lança-os para longe de ti: Melhor te é entrar na vida coxo ou aleijado do que, tendo duas mãos ou dois pés, seres lançado no fogo eterno.
Se o teu olho é para ti ocasião de pecado, arranca-o e lança-o para longe de ti: Melhor te é entrar na vida com um só olho do que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno.
Guardai-vos de menosprezar um só destes pequenos, porque eu vos digo que seus anjos no céu contemplam sem cessar a face de meu Pai que está nos céus.
Porque o Filho do Homem veio salvar o que se tinha perdido.
Que vos parece? Se alguém tiver cem ovelhas, e uma delas se desgarrar, porventura não deixa as outras noventa e nove nos montes e vai em busca daquela que se desgarrou?
E, se acontecer encontrá-la, digo-vos em verdade que se alegrará mais por esta, do que pelas noventa e nove que não se desgarraram.
Assim também, é da vontade de Vosso Pai que está nos céus que não se perca um só destes pequeninos.

(Mateus 18v7-14)


Um fariseu convidou Jesus a ir comer com ele. Jesus entrou na casa dele e pôs-se à mesa.
Eis senão quando uma mulher, que era na cidade uma pecadora, logo ao saber que Jesus estava à mesa em casa do fariseu, levou uma ânfora de alabastro cheia de bálsamo.
E, ficando atrás, junto aos pés dele, a chorar, começou a banhar-lhe os pés com lágrimas, e a enxugá-los com os próprios cabelos. Beijava-lhe repetidamente os pés e ungia-os com perfume.
Ao presenciar isto, o fariseu, que o tinha convidado, dizia consigo mesmo: “Se este homem fosse profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que o toca, pois é pecadora.”
E, respondendo, Jesus disse-lhe: “Simão, uma coisa tenho a dizer-te.” E ele disse: “Dize-a Mestre.”
“Um certo credor tinha dois devedores; um devia-lhe quinhentos dinheiros, e outro, cinquenta.
E, não tendo eles com que pagar, perdoou-lhes a ambos. Dize, pois: qual deles o amará mais?"
Respondendo Simão, disse: “Creio que aquele a quem o credor perdoou maior quantia.” E Jesus lhe disse: “Julgaste bem.”
E, voltando-se para a mulher, disse a Simão: “Vês esta mulher? Entrei em tua casa e não me deste água para os pés; ela, porém, banhou-me os pés com as suas lágrimas e enxugou-os com os seus cabelos.
Não me deste ósculo, mas esta, desde que entrou, não tem cessado de me beijar os pés.
Não ungiste com óleo a minha cabeça; e esta com bálsamo ungiu os meus pés.
Por isso, te digo que os seus muitos pecados lhe são perdoados, porque muito amou; mas aquele a quem pouco é perdoado pouco ama.”
Disse, depois, à mulher: “Os teus pecados estão perdoados.”
E os que estavam à mesa começaram a dizer entre si: “Quem é este que até perdoa pecados?”
Mas Jesus, dirigindo-se à mulher, disse-lhe: “Tua fé te salvou; vai em paz.”

(Lucas 7v36-50)


Não julgueis, e não sereis julgados.
Porque do mesmo modo que julgardes, sereis também julgados e, com a medida com que tiverdes medido, também vós sereis medidos.
Por que reparas tu no cisco que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?
Como ousas dizer ao teu irmão. "Deixa-me tirar o cisco do teu olho," tendo tu uma trave no teu?
Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então enxergarás para tirar o cisco do olho de teu irmão.

(Mateus 7v1-5) Jesus


Porque, se nós nos julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados.
Mas, quando somos julgados, somos repreendidos pelo Senhor, para não sermos condenados com o mundo.

(1Coríntios 11v31-32) Paulo


Quem és tu para julgar o servo alheio? Se ele está de pé ou cai, isto é com o seu senhor; mas ele estará de pé, porque Deus é poderoso para o sustentar.

(Romanos 14v4) Paulo


... e tu estás em pé pela fé; então, não te ensoberbeças, mas teme.

(Romanos 11v20b) Paulo


Aquele, que cuida estar de pé, olhe não caia.

(1Coríntios 10v12) Paulo


Reconhecei a vossa miséria, lamentai-vos e chorai; converta-se o vosso riso em pranto e a vossa alegria em tristeza.
Humilhai-vos na presença do Senhor e ele vos exaltará.
Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão e julga a seu irmão fala mal da Lei e julga a Lei; e, se tu julgas a Lei, já não és observador da Lei, mas juiz.
Não há mais que um legislador e um juiz; aquele que pode salvar e perder. Mas quem és tu, que julgas o teu próximo?

(Tiago 4v9-12) Tiago


Por isso, não tens desculpas quem quer que tu sejas, que te arvoras em juiz.
Pelo fato de julgares a outrem, a ti mesmo te condenas, pois, tu que te arvoras em juiz, praticas as mesmas coisas.
E bem sabemos que o juízo de Deus é segundo a verdade sobre os que tais coisas fazem.
E tu, ó homem, que julgas os que fazem tais coisas, fazendo tu o mesmo, pensas que escaparás ao juízo de Deus?
Ou desprezas as riquezas da tua bondade, tolerância e longanimidade, desconhecendo que a bondade de Deus te convida ao arrependimento?
Mas com a tua dureza e coração impenitente acumulas para ti um tesouro de ira no dia da ira e da manifestação do justo juízo de Deus,
que há de dar a cada um segundo as suas obras;
a saber: a vida eterna aos que, com perseverança em fazer bem, procuram glória e honra, e incorrupção;
com ira e indignação aos que são pertinazes e irredutíveis diante da verdade, obedecendo à injustiça.

(Romanos 2v1-8) Paulo


Antes de julgar admira a justiça; antes de falar, aprende.

(Eclesiástico 18v19)


Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça.

(João 7v24) Jesus


Por que vês o cisco que está no olho do teu irmão e não reparas na trave que está no teu olho?
Como podes dizer ao teu irmão: "Irmão, deixa-me tirar o cisco do teu olho," tu que não vês a trave que está no teu? Hipócrita, tira primeiro do teu olho a trave, e então começarás a enxergar bem, para tirares o cisco do olho do teu irmão.

(Lucas 6v41-42) Jesus


Tu, pois, que ensinas a outro, não te ensinas a ti mesmo?...

(Romanos 2v21a) Paulo


Quem pode, entretanto, ver as próprias faltas? Purificai-me das que me são ocultas.

(Salmos 18v13(19v12) Davi


Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.
E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.
E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus Mandamentos.
Aquele que diz: Eu conheço-o e não guarda os seus Mandamentos é mentiroso, e nele não está a verdade.
Mas qualquer que guarda a sua Palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele.
Quem diz que está com Deus deve comportar-se como Jesus se comportou.
Irmãos, não vos escrevo um Mandamento novo, mas um Mandamento antigo que recebestes desde o princípio. Este Mandamento antigo é a Palavra que ouvistes.
Todavia, eu vos escrevo agora um Mandamento Novo – verdadeiramente novo, nele como em vós, porque as trevas passam e já resplandece a verdadeira luz.
Aquele que diz que está na luz e aborrece a seu irmão até agora está em trevas.
Aquele que ama a seu irmão, permanece na luz e nele não há ocasião de queda.
Mas aquele que aborrece a seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde deva ir, porque as trevas lhe cegaram os olhos.
Filhinhos, eu vos ecrevo, porque vossos pecados vos foram perdoados pelo Seu Nome.

(1João 2v1-12) João Evangelista



Bem Aventurados os Mansos >>
Menu
Menu Principal
<< O Pequenino Zaqueu

^