JESUS PERDOA OS JUDEUS


  • José do Egito e Jesus
  • José leva Maria e Jesus para o Egito
  • José de Arimatéia sepulta o corpo de Jesus
  • Os judeus reconhecerão Jesus como sendo a Palavra de Deus encarnada
  • A Igreja de Filadélfia



E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos pés e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça.
E estava grávida e com dores de parto e gritava com ânsias de dar à luz.
E viu-se outro sinal no céu, e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres e, sobre as cabeças, sete diademas.
E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu e lançou-as sobre a Terra; e o dragão parou diante da mulher que havia de dar a luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o Filho.

(Apocalipse 12v1-4)


Tendo, pois, nascido Jesus em Belém da Judéia, em tempos do rei Herodes, eis que uns magos vieram do oriente a Jerusalém,
Dizendo: “Onde está o rei dos judeus, que nasceu? Porque nós avistamos sua estrela no oriente, e vimos adorá-lo.”
E o rei Herodes, ouvindo isso, perturbou-se, e toda a Jerusalém, com ele.
Convocando então todos os grandes sacerdotes e escribas do povo, consultava-os sobre o lugar onde o Cristo haveria de nascer.
Disseram-lhe: “Em Belém, na Judéia, porque assim foi escrito pelo profeta:
“E tu, Belém, terra de Judá, já não és de modo algum a menor dentre as principais cidades de Judá, porque de ti sairá o Chefe que há de reger o meu povo de Israel.”
Então Herodes, tendo chamado secretamente os magos, inquiriu deles cuidadosamente acerca do tempo em que lhes tinha aparecido a estrela.
E enviando-os a Belém, disse-lhes: “Ide e informai-vos cuidadosamente acerca do menino, e, depois de o encontrardes, vinde comunicar-me, para que também eu vá adorá-lo.”
Após as palavras do rei, puseram-se a caminho. E a estrela, que tinham visto no oriente, ia adiante deles, até que, chegando ao lugar onde estava o menino, parou.
Ao verem a estrela, exultaram de alegria.
E ao entrar na casa, encontraram o menino com Maria, sua mãe. E prostrando-se, o adoraram. E abrindo seus tesouros, ofereceram-lhe presentes de ouro, incenso e mirra.
Avisados em sonho de não tornarem a Herodes, voltaram para sua terra por outro caminho.
Havendo eles partido, eis que um anjo do Senhor apareceu em sonhos a José, e lhe disse: “Levanta-te, toma o menino e sua mãe, e foge para o Egito, e fica lá até que eu avise, porque Herodes vai procurar o menino para o matar.”
Levantando-se, José tomou de noite o menino e sua mãe, e refugiou-se no Egito.
E esteve lá até a morte de Herodes, para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor pelo profeta, que diz: “Do Egito chamei o Meu Filho.”
Então Herodes, vendo-se iludido pelos magos, irou-se sobremodo, e mandou matar todos os meninos existentes em Belém, e em todos os seus arredores, de dois anos para baixo, conforme o tempo averiguado com os magos.
Cumpriu-se então o que fora anunciado pelo profeta Jeremias que diz:
“Ouviu-se uma voz em Ramá, uma lamentação e um grande pranto: É Raquel que chora os seus filhos e não quer ser consolada, porque já não existem.”
Morto Herodes, eis que o anjo do Senhor apareceu em sonhos a José no Egito,

(Mateus 2v1-19)


... José, ainda jovem com a idade de dezessete anos, apascentava o rebanho com seus irmãos os filhos de Bala e os filhos de Zelfa, mulheres de seu pai; e ele contou ao seu pai as más conversas dos irmãos.
E Israel amava a José mais do que a todos os seus filhos, porque era filho da sua velhice: e fez-lhe uma túnica de várias cores.
Vendo, pois, seus irmãos que seu pai o amava mais do que a todos os seus irmãos, aborreceram-no e não podiam falar com ele pacificamente.
Sonhou também José um sonho, que contou a seus irmãos; por isso, o aborreciam ainda mais.
"Ouvi, disse ele, o sonho que tive:
Parecia-me que atávamos no campo os feixes, e que o meu feixe como que se erguia, estava direito, e que os vossos feixes, estando em roda, se prostravam diante do meu feixe.”
Então, lhe disseram seus irmãos: “Tu, pois, deveras reinarás sobre nós? Tu deveras terás domínio sobre nós?” Por isso, tanto mais o aborreciam por seus sonhos e por suas palavras.
José teve ainda outro sonho, que contou a seus irmãos. “Tive, disse ele, ainda um sonho: o sol, a lua e onze estrelas prostravam-se diante de mim.”
Ora, tendo ele contado isto a seu pai e aos irmãos, seu pai repreendeu-o, e disse: “Que quer dizer este sonho que tiveste? Porventura eu, tua mãe e teus irmãos te adoraremos, prostrados por terra?”
Seus irmãos, portanto, tinham-lhe inveja; porém, o pai meditava a coisa em silêncio.

(Gênesis 37v2b-11)


Morto Herodes, eis que o anjo do Senhor apareceu em sonhos a José no Egito,
dizendo: “Levanta-te toma o menino e sua mãe, e vai para a terra de Israel, porque são mortos os que intentavam contra a vida do menino.”
José levantou-se, tomou o menino e sua mãe e foi para a terra de Israel.
Mas ouvindo dizer que Arquelau reinava na Judéia, em lugar de seu pai Herodes, receou ir para lá. Avisado em sonhos, retirou-se para as regiões da Galiléia,
e foi morar numa cidade chamada Nazaré, assim se cumpriu o que foi anunciado pelos profetas: “Ele será chamado Nazareno.”

(Mateus 2v19-23)


Depois disto percorria Jesus a Galiléia, e não queria andar pela Judéia, porque os judeus procuravam matá-lo.
E estava próxima a festa dos judeus chamada de Festa dos Tabernáculos.
Disseram–lhe, pois, os seus irmãos: “Parte daqui, e vai para a Judéia, para que também os teus discípulos vejam as obras que tu fazes.
Porque ninguém faz uma coisa às ocultas se quer ser conhecido. Já que fazes tais coisas, mostra–te ao mundo.”
Na verdade, nem mesmo seus irmãos acreditavam nele.
Jesus disse–lhes então: “O meu tempo ainda não chegou, mas para vós o tempo é sempre oportuno.
O mundo não vos pode odiar, mas ele me odeia a mim, porquanto dele testifico que as suas obras são más.
Subi vós à festa. Eu não subo a essa festa, porque o meu tempo ainda não chegou.”
E tendo–lhes dito isto, ficou na Galiléia.
Todavia, quando partiram os seus irmãos, foi ele também à festa, não a descoberto, mas ocultamente.

(João 7v1-10)


E, como seus irmãos estivessem em Siquém apascentando os rebanhos do pai.
Disse, pois, Israel a José: “Não apascentam os teus irmãos junto de Siquém? Vem, e enviar-te-ei a eles.” E ele lhe disse: “Eis-me aqui.”
E ele lhe disse: “Ora, vai, e vê como estão teus irmãos e como está o rebanho, e traze-me a resposta.” Enviou-o do vale de Hebron, e José foi a Siquém.
E andando errante pelo campo, um homem encontrou-o e perguntou-lhe que procurava.
E ele disse: “Procuro meus irmãos; dize-me, peço-me, onde eles apascentam.”
O homem disse-lhe: ”Retiraram-se deste lugar e ouvi-lhes dizer: Vamos para Dotain." Partiu, pois, José atrás de seus irmãos e encontrou-os em Dotain.
Eles o viram de longe. Antes que José se aproximasse, combinaram entre si como o haveriam de matar;
e disseram: “Eis o sonhador que chega.
Vinde, matemo-lo e lancemo-lo em uma cisterna velha, e diremos: Uma besta-fera o comeu; e veremos que será dos seus sonhos.”
Rúben, porém, ouvindo isto, esforçava-se por livrá-lo das suas mãos, e dizia:
”Não lhe tireis a vida, nem lhe derrameis o sangue, mas lançai-o nesta cisterna, que está o deserto, e conservai puras as vossas mãos.” Dizia isto porque queria livrá-lo das suas mãos e restituí-lo a seu pai.
E aconteceu que, chegando José a seus irmãos, tiraram a José a sua túnica, a túnica de várias cores que trazia,
e lançaram-no na cisterna velha que não tinha água.
Sentando-se para comer pão, viram uns viajantes ismaelitas, que vinham de Galaad; e seus camelos traziam especiarias, e bálsamo, e mirra; e iam levar isso ao Egito.
Judá, então, disse aos seus irmãos: “De que nos aproveita matar o nosso irmão e ocultar a sua morte?
Vinde, e vendamo-lo a estes ismaelitas; e não seja nossa mão sobre ele, porque ele é nosso irmão, nossa carne.” E seus irmãos obedeceram.
E, quando passaram os negociantes madianitas, tiraram José da cisterna e venderam-no por vinte moedas de prata

(Gênesis 37v12-28)


Então um dos doze, que se chamava Judas Iscariotes, saiu e foi ter com os grandes sacerdotes,
e lhes disse: “O que quereis dar-me, se eu o entregar a vós?” Eles lhe garantiram trinta moedas de prata.
E, desde então, buscava oportunidade para o entregar.

(Mateus 26v14-16)


Rúben voltou à cisterna, e eis que José já não estava ali.
Rasgou então suas vestes e voltou para junto dos seus irmãos: “O menino desapareceu, disse ele. E eu para onde irei?"
Tomaram então a túnica de José, mataram um cabrito e a mergulharam no seu sangue.

(Gênesis 37v29-31)


E estava vestido de uma veste salpicada de sangue, e o nome pelo qual se chama é a PALAVRA DE DEUS.

(Apocalipse 19v13)


E mandaram-na levar ao seu pai com esta mensagem: “Eis o que encontramos: Vê se não é, porventura, a túnica do teu filho.”
O pai, tendo-a reconhecido, disse: “A túnica é de meu filho, uma cruel fera o comeu, uma besta devorou José."
E, rasgando as vestes, cobriu-se de um saco, e chorou o seu filho por muito tempo.
E levantaram-se os seus filhos e todas as suas filhas, para o consolarem; recusou, porém, ser consolado e disse: “Na verdade, com choro hei de descer ao meu filho até a sepultura." Assim chorou seu pai.
Os madianitas venderam José no Egito a Putifar, eunuco do faraó, e chefe da guarda.

(Gênesis 37v32-36)


E, vinda já a tarde, chegou um homem rico de Arimatéia, por nome José, que também era discípulo de Jesus.
Esse foi ter com Pilatos e pediu-lhe o corpo de Jesus. Então Pilatos mandou que lhe fosse entregue.
E José, tomando o corpo, envolveu-o num fino e limpo lençol,
e o depositou no seu sepulcro, que ainda não fora usado, e que tinha sido aberto numa rocha. E rolou uma pedra até á boca do sepulcro, e retirou-se.
Aí se encontravam Maria Madalena e a outra Maria, sentadas de frente para o sepulcro.
No outro dia, em seguida ao da Preparação, reuniram-se os grandes sacerdotes e os fariseus, e foram dizer a Pilatos:
"Senhor, estamos lembrados de que o tal impostor disse quando vivia: Depois de três dias eu ressuscitarei.
Ordena pois que seja guardado o sepulcro até ao terceiro dia, a fim de que não venham os seus discípulos, o furtem e digam ao povo. Ressuscitou dos mortos e o último embuste seria pior do que o primeiro."
Pilatos respondeu-lhes: "Tendes à vossa disposição a guarda: Ide e guardai-o, como entenderdes."
Eles foram, guarneceram o sepulcro com guardas e selaram a pedra.

(Mateus 27v57-66)


E passado o dia de Sábado, Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago, e Salomé, compraram aromas para irem embalsamar a Jesus.
Partindo no primeiro dia da semana, de manhã cedo, chegaram ao sepulcro, quando o sol já era nascido.
E diziam entre si: “Quem nos há de remover a pedra da entrada do sepulcro?"
Levantando os olhos, elas viram removida a pedra, que era muito grande.
Entrando no sepulcro, viram um jovem sentado do lado direito, vestido de uma túnica branca, e ficaram assustadas.
Porém ele disse-lhes: “Não vos assusteis; buscais a Jesus, o Nazareno, que foi crucificado; já ressuscitou, não está aqui; eis aqui o lugar onde o puseram.
Ide, pois, dizer aos seus discípulos e a Pedro que ele vos precederá a caminho da Galiléia; lá o vereis como vo-lo disse.
E, saindo elas apressadamente, fugiram do sepulcro, porque estavam possuídas de temor e assombro; e nada diziam a ninguém, porque temiam.

(Marcos 16v1-8)


... Do Egito chamei o Meu Filho.

(Mateus 2v15b)


Tendo elas partido, eis que alguns dos guardas foram à cidade e narraram aos grandes sacerdotes tudo o que tinha acontecido.
Reuniram-se estes em conselho com os anciãos. Deram aos soldados uma importante soma de dinheiro, ordenando-lhes:
“Falai assim: Durante a noite foram os seus discípulos e, enquanto dormíamos, o roubaram.
E se chegar isto aos ouvidos do governador, nós lho faremos crer, e cuidaremos da vossa segurança.”
Recebendo o dinheiro, eles fizeram como lhes tinham ensinado. E esta mentira divulgou-se entre os judeus até ao dia de hoje.

(Mateus 28v11-15)


E os patriarcas, movidos de inveja, venderam a José para o Egito; mas Deus era com ele.
E livrou-o de todas as suas tribulações e lhe deu graça e sabedoria ante faraó, rei do Egito, que o constituiu governador sobre o Egito e toda a sua casa.
Sobreveio, então, a todo o país do Egito e de Canaã fome e grande tribulação; e nossos pais não achavam alimentos.

(Atos 7v9-11) Estêvão


Eis que vem o tempo, diz o Senhor, em que eu enviarei fome sobre a Terra; não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir a Palavra do Senhor.
Andarão errantes de um mar a outro, vaguearão do norte ao oriente; correrão por toda a parte buscando a Palavra do Senhor, e não a encontrarão.

(Amós 8v11-12)


Então, acabaram-se os sete anos de fartura que havia no Egito,
e começaram a vir os sete anos de fome, como José tinha dito; e havia fome em todas as terras, mas em toda a terra do Egito havia pão.
E, tendo toda a terra do Egito fome, clamou o povo a faraó por pão; e faraó disse a todos os egípcios: "Ide a José; o que ele vos disser fazei."
Ora a fome crescia todos os dias em toda a Terra; e José abriu todos os celeiros, e vendia aos egípcios; porque também a eles oprimia a fome.
E de toda a Terra vinha-se ao Egito comprar trigo a José, porque a fome era violenta em toda a Terra.

(Gênesis 41v53-57)


Irei e voltarei para a minha habitação até que vós caiais na última miséria e busqueis a minha face.

(Oséias 5v15)


Vendo, então, Jacó que havia mantimento no Egito, disse Jacó a seus filhos: ”Por que estais olhando uns para os outros?”
Disse mais: “Eis que tenho ouvido que há mantimento no Egito; descei até lá e comprai-nos trigo, para que vivamos e não morramos.”
Então, desceram os dez irmãos de José, para comprarem trigo no Egito.
Jacó não deixou partir com seus irmãos Benjamim, irmão de José, com medo, pensava ele, de que lhe acontecesse alguma desgraça.
Assim vieram os filhos de Israel para comprar; entre os que vinham lá; porque havia fome na terra de Canaã.
José, pois era o governador daquela terra; ele vendia a todo o povo da Terra; e os irmãos de José vieram e prostraram-se diante dele com o rosto por terra.

(Gênesis 42v1-6)


E haja em vós os mesmos sentimentos que em Jesus Cristo.
Sendo ele de condição divina, não se prevaleceu de sua igualdade com Deus.
Mas aniquilou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e assemelhando-se aos homens.
E, sendo exteriormente reconhecido como homem, humilhou-se ainda mais, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz.
Pelo que também Deus o exaltou soberanamente e lhe deu um nome que é sobre todo nome.

(Filipenses 2v5-9) Paulo


... e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus.

(Apocalipse 19v13b)


Para que ao nome de Jesus, todo o joelho se dobre nos céus, na terra e nos infernos
e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor para glória de Deus Pai.

(Filipenses 2v10-11) Paulo


E José, vendo os seus irmãos, conheceu-os; porém mostrou-se estranho para com eles, e falou com eles asperamente, e disse-lhes: "Donde vindes?" E eles disseram: "Da terra de Canaã, para comprarmos mantimento."
José, pois, conheceu os seus irmãos; mas eles não o conheceram.

(Gênesis 42v7-8)


Eis que o meu servo procederá com inteligência, será exaltado elevado, chegará ao cúmulo da glória.
Como pasmaram muitos à vista dele, pois a sua aparência estava tão desfigurada, mais do que o de outro qualquer, e a sua figura, mais do que a dos outros filhos dos homens.
Assim o admirarão muitos povos: os reis permanecerão mudos diante dele, porque aquilo que não lhes foi anunciado verão, e aquilo que eles não ouviram entenderão.

(Isaías 52v13-15)


Então José, já não podendo conter diante de todos os assistentes, exclamou: “Fazei sair todo o mundo.” Desse modo, ninguém ficou com ele, quando se deu a conhecer aos seus irmãos.
E levantou a sua voz com choro, de maneira que os egípcios o ouviram, e a casa de faraó o ouviu.
E disse aos seus irmãos: “Eu sou José! Meu pai vive ainda?” Mas não lhe puderam responder, porque estavam pasmados de se encontrar diante dele.
Ele, porém, com benignidade, disse-lhes: “Aproximai-vos de mim.” Tendo-se eles aproximado, disse: “Eu sou José, vosso irmão, a quem vós vendestes para o Egito.
Mas agora não vos entristeçais, nem tenhais remorsos de me ter vendido para o Egito. É para vos conservar a vida que Deus me enviou adiante de vós.
Porquanto há dois anos que principiou a haver fome neste país; ainda restam cinco anos, nos quais nem se poderá lavrar nem ceifar.
Pelo que Deus me enviou diante da vossa face, para conservar vossa sucessão na Terra e para guardar-vos em vida por um grande livramento.
Não foi por vosso conselho que fui mandado para aqui, mas por vontade de Deus,
o qual me tornou como pai do faraó, senhor de toda a sua casa e príncipe em toda a terra do Egito.
Apressai-vos, ide a meu pai, e lhe direis: “Isto te manda dizer teu filho José: Deus fez-me senhor de toda a terra do Egito; vem para a minha companhia não te demores.”

(Gênesis 45v1-9)


Dizia então Jesus aos judeus que nele tinham acreditado: "Se permanecerdes na Minha Palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos,
conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.

(João 8v31-32)


E ao anjo da igreja que está em Filadélfia escreve: “Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem A Chave de Davi, o que abre, e ninguém fecha, e fecha, e ninguém abre:
Eis que eu pus diante de ti uma porta aberta, que ninguém pode fechar. Pois, tens pouca força e guardaste a Minha Palavra, e não negaste o Meu Nome.

(Apocalipse 3v7-8)


... e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus.

(Apocalipse 19v13b)


Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás (aos que dizem judeus e não são, mas mentem), eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo.
Porque guardaste a Minha Palavra com paciência, também eu te guardarei da hora da provação que há de vir sobre todo o mundo, para provar os que habitam na Terra.
Vê que virei brevemente. Guarda o que possuís, para que ninguém lance mão da tua coroa.
A quem vencer, eu o farei coluna no Templo do Meu Deus, e ele nunca sairá; e escreverei sobre ele o Nome do Meu Deus e o nome da Cidade do Meu Deus, a Nova Jerusalém, que desce do céu, do Meu Deus, e também o Meu Novo Nome.
Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas.”

(Apocalipse 3v9-10)


Naqueles dias e naquele tempo, diz o Senhor, buscar-se-á a iniquidade de Israel e não se achará e os pecados de Judá e não se encontrarão, porque perdoarei os que eu deixar de resto.

(Jeremias 50v20)



Os Sobreviventes >>
Menu
Menu Principal
<< As Ovelhas Perdidas da Casa de Israel

^